SATANISMO - Do Caos a Ordem 
PAREIDOLIA
PAREIDOLIA

Você já ouviu falar em PAREIDOLIA? Um fenômeno muito comum que atinge grande parte das pessoas. Trata-se de um fenômeno psicológico comum, que faz com que as pessoas reconheçam imagens de rostos, corpos, animais, silhuetas, em sombras, Luzes, objetos, em chamas de velas, fumaças, em qualquer estímulo visual elas são capazes de "ver" as imagens citadas. Isso é mais comum do que imaginamos, a capacidade da mente humana ser induzida a reproduzir imagens em qualquer formação de luz, quando digo qualquer formação de luz , de objetos e sombras. Vemos com frequência pessoas que acreditam terem visto uma determinada imagem se formando em nuvens e associar a um anjo, a cristo, como vemos também a tendência de se ver o reflexo de seres formando sombras pela chama das velas ou pela fumaça do incenso, o que quero mostrar é que para que não se crie um misticismo, um fanatismo em se ver seres por toda parte em todo ritual, acreditando que sempre haverá um fenômeno físico, uma presença, através da vela, do da fumaça, da sombra, lembre-se a mente também se engana e existem fatores psicológicos que todos os seres humanos têm e que podem levar a um misticismo desnecessário, fazendo você acreditar em algo simplesmente para suprir uma necessidade mental, emocional, sendo apenas uma ocorrência psicológica, a PAREIDOLIA é um tipo de apofenia, ou seja, um fenômeno cognitivo de percepções de padrões ou conexões em dados aleatórios, sendo um grande fator para a criação das crenças superticiosas, da fixação da existência do paranormal sem explicação lógica e como também da ilusão ótica. A apofenia é estimulada tendo maior significado religioso e paranormal, como por exemplo ver Maria na vidraça ou Jesus no C* do cachorro, então meus amigos, vamos buscar ser mais racionais e tentar controlar nossa mente para que não torne-se um hábito ou até mesmo um fanatismo, ficar vendo divindades, seres astrais, demonios, em velas, fumacas, paredes, sombras, borras de velas a todo instante! Abraços!

Texto de Roberta Gaudard e Erika Gaudard

 

Translate this Page

Rating: 2.9/5 (468 votos)

ONLINE
1